DENY FISICNUTRI

DENY FISICNUTRI

31 de julho de 2011

"Alimentação na 3ª Idade"

video

                                                    Alimentação e Saúde



Atualmente, é crescente a preocupação com as questões sobre a alimentação. Isto é bem visível no nosso dia a dia, onde são freqüentes as reportagens em revistas, jornais, televisão, abordando assuntos referentes à alimentação. 
Este fato é explicado pela estreita ligação entre alimentação e saúde, que hoje está cada vez mais evidente. A alimentação adequada contribui, então, para o bem estar geral.
As bases para uma alimentação correta são sempre as mesmas, porém cada fase da vida merece cuidados especiais. Assim, a alimentação na terceira idade não difere muito da alimentação de um adulto normal, mas deve ser direcionada em função da diminuição das atividades do organismo em geral. 
Uma alimentação correta não exige conhecimentos profundos sobre nutrição. Necessita, entretanto, de uma visão geral do que representam para o nosso organismo.




video

                                                                             
                                                  Funções dos Alimentos





É através dos alimentos que o nosso organismo recebe todas as substâncias (chamadas nutrientes) necessárias ao seu bom funcionamento. Nutrientes são as proteínas, as gorduras, os carboidratos, as vitaminas, os minerais, as fibras e a água.
Cada alimento possui vários nutrientes proporções, exercendo diferentes funções no organismo. Cada nutriente exerce uma função no organismo, e os alimentos são classificados em grupos de acordo com a quantidade de nutrientes que possuem, e portanto, a função que exercem.



  
                                                     Denilson Ferreira da Silva
                                                        (Personal -Training)





"Gestação Inicio da Vida" Alimentação Saudável na Gestação

video 


Agora que você está grávida, é importante tentar aumentar a ingestão de determinados nutrientes (como ácido fólico, ferro, cálcio e proteína). O consumo de calorias pode aumentar um pouquinho conforme a gravidez avança. 

Se você não era de se preocupar muito com a comida, agora vale a pena passar a fazer refeições mais pensadas e equilibradas. Limite a quantidade de guloseimas e de fast food, que têm muitas calorias e poucos nutrientes. 

Durante a gravidez, seu corpo trabalha de forma ainda mais eficiente, tirando o máximo de energia do que você come. Por isso, nos primeiros seis meses de gestação a maioria das mulheres nem precisa comer mais do que já comia. Só nos últimos três é que é aconselhável comer 200 calorias a mais, mas isso não quer dizer quase nada, já que 200 calorias equivale a meras duas torradas com manteiga, por exemplo. 




video





Guie-se pelo seu apetite, que pode variar dependendo da fase da gravidez. Nas primeiras semanas ele pode sumir, por causa do enjoo. Mas às vezes, em especial à noite (ou no meio da madrugada), é provável que você sinta a necessidade súbita de comer alguma coisa para preencher um "buraco no estômago". 


No segundo trimestre, seu apetite deve ficar igual ao que era, ou um pouco maior. No terceiro, você deve ficar com mais fome, mas precisa tomar cuidado porque serão mais frequentes a azia e a má digestão. 


Se você estiver engordando pouco e seu médico estiver satisfeito, não precisa ficar controlando a alimentação. Só tente comer as comidas certas. 




                                                               Denilson Ferreira da Silva 
                                                                    (Personal - Training)